Grafimar adquire a primeira SG 540

Grafimar   |   Foz do Iguaçu, Paraná

Incrementar a produção, aumentar a lucratividade e fazer internamente o que até então era destinado a terceiros são alguns objetivos com a compra

SG-540O perfil da Gráfica Grafimar, com 20 anos de atuação em Foz do Iguaçu (PR), pode ser definido em algumas palavras: dinamismo, comprometimento e visão de futuro. Sempre em busca da evolução contínua e valorizando ao máximo os compromissos com os clientes e com a qualidade procura se manter na vanguarda do desenvolvimento tecnológico. Tanto que acaba de adquirir a TrueVIS SG 540 para incrementar a sua produção. Vilmar Luiz Garavaglia, um dos sócios da empresa, falou com a Impressões & Negócios e mostrou quais são as suas expectativas com a impressora.

 

Impressões & Negócios: Quando chegou a máquina e para que serviços será utilizada?

Vilmar Garavaglia: Em 31 de janeiro com instalação no mesmo dia. Terceirizávamos banners e etiquetas, material de impressão digital. Com a impressora SG 540 todo o trabalho será feito aqui mesmo, o que nos garantirá economia e agilidade. Com isso esperamos crescer ainda mais.

 

Impressões & Negócios: Como está o mercado para as gráficas?

Vilmar Garavaglia: A quantidade de pedidos de gráfica diminui um pouco em janeiro, em comparação com o mesmo mês de 2016. A grande maioria pede por serviços pequenos, por isso, foi de fundamental importância comprarmos o equipamento para quantidades menores e que ao mesmo tempo dispensa o uso de facas, pois o corte já vem agregado.  Ganhamos assim mais clientes,  eliminamos o custo da terceirização e aumentamos a produtividade. 

 

Impressões & Negócios: Como conheceu as impressoras Roland DG?

Vilmar Garavaglia: Os nossos terceiros usam e, dessa forma, conhecíamos de perto a excelente qualidade de impressão dos equipamentos Roland.

 

Impressões & Negócios: Em quanto tempo será pago o investimento com a compra da SG 540?

Vilmar Garavaglia: Como a expectativa é de aumentarmos a produtividade, certamente,  em menos de dois anos o equipamento já se pagou. Além disso, tem a redução de custo. Produzindo internamente as etiquetas e banners os gastos serão três vezes menores.