Roland DG está otimista com 2019

2019

Os resultados dos doze últimos meses da Roland DG superaram em 100% do faturamento previsto. Por outro lado, as incertezas políticas durante o ano que passou geraram grande volatilidade no mercado de câmbio e a consequente desvalorização da moeda. Mesmo assim, a empresa atingiu o faturamento esperado, graças aos esforços do time de colaboradores e parceiros. 

Para 2019, as expectativas são as melhores. As ações programadas devem refletir diretamente nos números da companhia, na satisfação dos clientes e movimentação do mercado.  “O objetivo é ficarmos cada vez mais próximos do nosso público e faremos diversas ações nesse sentido”, comenta Anderson Clayton, vice-presidente da empresa. “Vamos ainda ampliar a atuação local e adequar produtos para cada região do Brasil, visando atender as necessidades específicas das inúmeras localidades”, complementa.  

Já a participação em feiras promete apresentar inovações, alavancar as vendas e estreitar o relacionamento com os visitantes, de acordo com o executivo. “Como sempre, dedicaremos nossos esforços a todos os clientes, desde grandes gráficas até pequenos empreendedores que, em comum, têm o fato de não abrirem mão de oferecer um serviço de qualidade e, por isso mesmo, nos escolheram”, explica ele.

A subsidiária DGSHAPE Corporation que, desde 2017, concentra negócios em companhias dentais, médicas e de fabricação digital 3D, como aconteceu em 2018, continuará a ser o foco nesse novo ciclo. Para fortalecer a marca, estão programados lançamentos que prometem redimensionar o setor. 

O segmento de personalizações também terá com atenção especial da empresa. Engloba as inúmeras soluções Roland DG em varejo, como máquinas voltadas para capas de celular ou tablets, equipamentos para fazer personalização de camisetas e outras peças de vestuário exclusivas e impressoras em itens tridimensionais ou para customização de brindes. “A julgar pelas perspectivas e inovações programadas, será um 2019 com grandes desafios e muito trabalho. O processo de retomada do crescimento não surgirá da noite para o dia, virá, paulatinamente, com o tempo, mas, ao que tudo indica, para a empresa, os resultados serão bem promissores e cada vez mais sólidos”, finaliza Clayton.